APLOG - Associação Portuguesa de Logística
Faq´s | Contactos | Links | Mapa do Site
I.LOG
Agenda: Fevereiro de 2020
S T Q Q S S D
1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29

Mês Anterior | Próximo Mês



Visita Técnica CTT
28 de fevereiro de 2020
Organização: APLOG
7ª Edição do Programa 5D5E
Lisboa – 3, 4 e 5 de março 2020
Porto – 11 e 12 de março 2020
Organização: APLOG
23º Congresso de Logística
11 e 12 de novembro de 2020
Organização: APLOG
APLOG Facebook APLOG Twitter APLOG Linked In APLOG Youtube
Início > Eventos > Congressos > 12º Congresso de Logística
SESSÕES PARALELAS (2º DIA) - Tema 5 - Novos Desafios, Novas Respostas
Logística em Tempos de Incerteza
Moderador: Quaresma Dias (IST)

Numa introdução à sessão, Quaresma Dias referiu que, perante desafios antigos ou novos, devem ser dadas respostas que podem também ser novas ou antigas.

O importante está em garantir que as respostas a esses desafios contribuem para um melhor resultado.


Alberto Bastos (Kaizen Institute Iberia)

Esta apresentação enalteceu a melhoria contínua (kaizen) como uma das principais metodologias para responder aos novos desafios e alcançar uma vantagem competitiva. Deste modo, o trabalho definido em função das necessidades dos clientes, os zero defeitos e os zero acidentes são o principal contributo.

A base desta filosofia consiste na eliminação do desperdício essencialmente nos fluxos (de produção, internos e externos) da organização: excesso de produção/informação; tempos de espera dos trabalhadores; excesso no movimento dos materiais (e informação associada); produção de defeitos, etc.

Os exemplos referidos permitiram verificar a melhoria obtida com a diminuição das deslocações: ao nível da produção (com base no picking e organização do bordo de linha - uma logística mais "lean") e da logística externa (conceito de "milk run").

Concluindo, a melhoria resulta de diversos factores: optimização das condições de trabalho e movimentação de materiais; entregas em just-in-time; aplicação do sistema kanban; utilização de embalagens pequenas; importância do takt time; o follow-up dos KPI's e as reuniões de TQM; a redução de espaços, entre outros.


Miguel Mesquita (UPS)

A crescente preocupação com o equilíbrio entre o ambiente e a vertente social e económica constituiu o principal ponto a apresentação deste orador.

As medidas utilizadas pela UPS consistem na substituição da frota terrestre na procura pela eficiência no consumo de combustíveis; a utilização de tecnologias de carga e circulação (rotas); a utilização de combustíveis alternativos; a procura pela optimização dos voos, a diminuição do ruído e a diminuição das emissões através de motores mais eficientes no que respeita ao tráfego aéreo.

Foram, ainda, destacadas outras preocupações, nomeadamente no consumo eficiente na iluminação; a necessidade de introdução de energias renováveis; a conservação de águas ou a reciclagem de resíduos e utilização de recursos reciclados.

Espera-se ainda que estas preocupações sejam aplicadas aos seus clientes.

Nuno Bento (Fordesi)

Os sistemas inovadores de gestão integrada da cadeia de abastecimento devem respondem à crescente complexidade e ao aumento do nível de exigência nas actividades desenvolvidas.

A adaptação da componente tecnológica deve, numa lógica de antecipação e adaptação às crescentes alterações no mercado, permitir o controlo dos fluxos logísticos, a integração de todos os actores e a monitorização dos níveis de serviço de todos os intervenientes.

Os benefícios destes sistemas consistem na maior qualidade e performance dos serviços logísticos, a diminuição dos custos na execução e controlo da actividade logística e a melhoria na sustentabilidade ambiental.
Topo
Hiperligações Rápidas
País Convidado Brasil